16 de out de 2013

Aishiteruze Baby (Mangá)




Eu já havia assistido ao anime dessa história anteriormente. Sempre acho válido ler os mangás quando posso, então juntei o útil ao agradável.

Esse shoujo foi escrito por Maki Youko entre 2002 e 2004. No mesmo ano, a história ganhou uma adaptação para anime.

Kippei Katakura, um típico playboy que gasta seu tempo com garotas (por exemplo, para cada dia da semana uma namorada diferente). Um dia, sua irmã mais velha liga e diz para ele ir correndo para casa. Quando chega lá encontra Yuzuyu Sakashita, sua prima de cinco anos. Sua irmã diz que ele terá de cuidar dela, pois sua mãe sumiu do mundo. 

Com essas quatro frases, essa história já se diferenciou de 99% de todas as histórias shoujos que eu conheci.

Devido a pouca idade de Yuzuyu, o desenvolvimento da história é bem leve (para não dizer bem bobo). Tudo fica muito na inocência típica de uma criança de cinco anos. É uma ótima história pra quem está começando a ler mangás, pois tem um ritmo leve, fácil de ser acompanhado e simples de se achar a sequencia dos quadros. Ao mesmo tempo, não há nada de infantil demais. A Kokoro (namorada do Kippei) trás um tom de maturidade bem legal á história. 

Eu não me lembro direito do anime, faz muito anos que eu o vi (nem sei se teria paciência para revê-lo). Mas o bom de histórias pequenas é que não dá para fugir muito ao contexto original. Enquanto estava lendo, fui me lembrando das vozes, musicas e tudo mais, é bem legal. Rsrsrs

Nenhum comentário

Postar um comentário

Então, o que achou da postagem?
Vamos, não se acanhe! Será muito prazeroso ouvi-lo! (Mas seja educado por favor. ^^)
Ah sim! Se você tiver um blog, deixe seu endereço para que eu possa retribuir a visita. ;)