3 de out de 2013

Liberal Arts




No inicio deste ano (ou no final do ano passado) peguei uma renca de filmes para ver durante as férias. Quase todos continuam no meu PC. Dessa vez estou determinada a vê-los e retirá-los para que eu possa pegar outra remeça. 

Na verdade, eu estava procurando por outro filme, mas como os nomes eram parecidos (e só descobri esse engano meses depois de ter baixado), acabei por vê-lo mesmo assim.

Filme de 2012, dirigido, escrito, e estrelado por Josh Radnor. Ele é classificado como Drama e Comédia, mas acho que o meu conceito de comédia é beeem diferente de quem classificou esse filme.

De cara, o que me chamou a atenção foi o personagem principal. Não, ele não se encaixa nos padrões que o definiriam como a pessoa mais linda do filme, na verdade o charme dele é que ele tem TUDO o que vemos de comum em um cara (ele me lembrou o Bruno Garcia, xD). Mas desde as primeiras cenas você pensa, “Nossa, esse cara deve ter um potencial escondido!”, nos primeiros 30 minutos de filme, no mínimo 15 ele passa efetivamente lendo um livro, 10 com um livro na mão e, nos cinco minutos restantes, com aquela cara de “como eu queria ter um livro aqui”. 
Essa pessoa que parece ser o sonho de toda viciada em leitura é Jesse Fisher (Josh Radno), um cara de 30 e poucos anos volta à universidade para participar da comemoração da aposentadoria de um de seus antigos professores. Lá ele conhece Zibby, uma encantadora aluna do segundo ano com quem acaba se envolvendo.
Geralmente, eu não me ligo muito nas trilhas sonoras, mas a desse filme é ótima e muito bem colocada. E eu concordo em gênero, numero e grau sobre o efeito que uma trilha sonora apropriada possui sobre um momento ou sobre as pessoas.

Bom, resumindo: esse é um filme que te cativa pela simplicidade. Não há efeitos especiais evidentes, nem grandes atores envolvidos, mas a história é tão boa, e a execução foi tão bem feita e tão bem contada que vale cada um dos 97 minutos de filme. É ótimo, sério. Eu recomendo.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Então, o que achou da postagem?
Vamos, não se acanhe! Será muito prazeroso ouvi-lo! (Mas seja educado por favor. ^^)
Ah sim! Se você tiver um blog, deixe seu endereço para que eu possa retribuir a visita. ;)