20 de nov de 2013

Star Trek - The Original Série - 1ª Temporada



Apesar de exigirem um pouco mais da minha paciência habitual eu AMO ver filmes e séries antigos (principalmente década de 70 ou 80). Eu adoro ver as execuções das tramas e se querem saber, algumas histórias são muito melhores dos que as que vemos atualmente. Eu simplesmente não consigo conter a minha empolgação por poder rever essa série. (=D) 

Jornada nas Estrelas é uma série de TV Norte Americana de Ficção Científica produzida entre 1966 e 1969. O sucesso foi tanto, que foram produzidas CINCO séries spin-offs e 12 filmes (14 contando com as produções de 2009 e de 2013), criando uma verdadeira mitologia dentro desse universo e cativando centenas de fãs ao longo de gerações (fãs que estão voltando com tudo graças aos filmes que estão sendo produzidos). O “The Original Serie” foi adicionado posteriormente para se diferenciar das outras produções paralelas.

A série segue as aventuras da tripulação da nave estelar USS Enterprise, comandada pelo Capitão James T. Kirk (William Shatner), o Primeiro Oficial Comandante Spock (Leonard Nimoy) e o Oficial Médico Chefe Leonard McCoy (DeForest Kelley). Essa primeira fase se passa no século XXIII.
O monólogo de introdução (epicamente) narrado por William Shatner em cada episódio estabelece o propósito da nave:

 

No episódio piloto, o capitão da Enterprise é Christopher Pike, apesar de ele não fazer parte do elenco principal, ele possui grande importância no enredo da série. O trio clássico composto por Kirk, Spock e McCoy (que, na minha humilde opinião foi uma das coisas que ajudou a imortalizar a série), assume a partir do terceiro episódio.
 
Assim como a maioria das séries dessa época, o enredo não se prende a uma trama principal. Cada episódio possui uma história independente, devidamente concluída. Nas raras exceções, a mesma história ocupa dois episódios. Às vezes (e muito às vezes mesmo), um episódio relata consequências de algum dos episódios anteriores, mas vi isso acontecer somente uma ou duas vezes. Eu não sei se o esquema de comentar os melhores episódios vai funcionar, mas veremos o que acontece:

Episódio 04 - The Enemy Within: Uma falha no sistema de transporte divide as duas forças existentes dentro de Kirk. É o que eu sempre digo, toda mulher gosta de garotos malvados (nas doses certas, é claro). Esse episódio foi considerado um dos 10 melhores de toda a série pela IGN, um dos melhores portais sobre videogame dos Estados Unidos, juntamente com “Where No Man Has Gone Before”, “The Naked Time” e “Balance Of Terror”, todos da primeira temporada.

Episódios 15 e 16 - The Menagerie (partes 1 e 2): Capitão Pike está de volta... Bem, o que sobrou dele, pelo menos. Esses dois episódios fazem o piloto da série ganhar (muito) sentido. E, se por acaso, a pessoa não viu o piloto, sem problemas, O EPISÓDIO REPRISA ele para você.  E temos Spock mostrando um pouquiiiinho de seu lado sentimental, o que sempre rende episódios consideravelmente bons. Outra coisa que, geralmente, faz os episódios de Star Treck serem ótimos é quando colocam a confiança entre Kirk/Spock – Spock/Kirk em cheque, fica muito lindo. (*-*) Preciso dizer que foram esses episódios que renderam ao Spock (e ao Sr. Leonard Nimoy) o título de soberano do meu coração enquanto Trekker.

Episódio 24 – Space Seed: Eu NECESSITO destacar esse episódio! Primeiro por que ele possui a (épica) participação do ator Ricardo Montalbán. Segundo por que esse episódio rendeu DOIS FILMES, um em 1982 e outro em 2013. Esse episódio foi destacado com um dos melhores da série tanto pela IGN quanto pela Entertainment Weekly, uma das revistas de entretenimento mais conceituadas dos Estados Unidos. O episódio gira em torno de uma nave da (nossa) década de 90 é encontrada vagando pelo espaço. Nela, 72 humanos geneticamente modificados são mantidos congelados. Seu líder, Khan, é o primeiro a despertar.

(Se a postagem não tivesse ficado tão grande, acho que eu marcaria mais uns 2 episódios). =P

3 comentários:

  1. Gostei. Evidentemente que a série clássica tem lá seus momentos ruins, mas também é excepcional! Eu Destacaria mais alguns episódios, como : A Wink Of An Eye e A Piece of Action entre tantos outros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os episódios que você citou pertencem a 2ª e a 3ª Temporada Jose, falarei delas mais tarde. ^^
      Obrigada pela visita.
      ^^

      Excluir
  2. Eu tinha seis anos em 1964, quando comecei a assistir essa série. Na época entendia muito pouco o que acontecia na Enterprise. Para mim, bastava saber que era uma 'nave que viajava no espaço'... Quase cinquenta anos depois, ainda assisto Jornada nas Estrelas! E, a cada episódio visto e revisto dezenas de vezes, ainda me fascino, 'audaciosamente indo, onde ninguém jamais esteve'

    ResponderExcluir

Então, o que achou da postagem?
Vamos, não se acanhe! Será muito prazeroso ouvi-lo! (Mas seja educado por favor. ^^)
Ah sim! Se você tiver um blog, deixe seu endereço para que eu possa retribuir a visita. ;)