11 de dez de 2013

Once Upon a Time – 1ª Temporada



Branca de Neve (Ginnifer Goodwin) e o Príncipe Encantado (Josh Dallas) finalmente tiveram seu final feliz depois que a Rainha Má (Lana Parrilla) foi derrotada e expulsa do Reino. Será esse mesmo o final da história? De acordo com essa série de 2011, não.

Em seu plano mais diabólico, a Rainha Má lança uma maldição que jogará todos os habitantes do Reino em uma terra sem magia, acabando com todos os finais felizes dos personagens de conto de fadas. Um lugar em que suas memórias estariam perdidas e onde ela teria o controle máximo de tudo. Existe apenas um elo fraco nessa maldição: Emma Swan (Jennifer Morrison), uma órfã que vive uma existência solitária trabalhando como fiadora e caçadora de recompensas. Ok, mas o que Emma tem a ver com essa história toda? Bem, ela é a filha de Branca de Neve de Príncipe Encantado. De acordo com uma profecia feita por Rumpelstiltskin (Robert Carlyle), somente ela terá poderá salvar as memórias dos personagens dos contos de fadas e levá-los de volta ao Reino Mágico.

Os episódios englobam duas realidades diferentes, porem complementares: uma se passa no Reino Encantado. A outra, em Storybrooke, cidade que abriga os personagens de contos de fadas amaldiçoados pela Rainha Má. A partir desses dois contextos, cada episódio aborda um ou vários personagens diferentes, sempre envolvendo os personagens principais.

Episódio 04: “The Price of Gold” - É noite de baile no Reino, Cinderela vê suas irmãs e madrasta irem ao baile. Esse é o primeiro episódio em que Rumpelstiltskin (Rumple para simplificar) mostras seus dons de negociação. Mas e a Fada Madrinha? Bom... Ela virou purpurina. (=x) Enfim... Nesse episódio ele se firma como o “segundo vilão” das histórias de contos de fadas, atrás somente da Rainha Má... Por enquanto. =x

O que me leva a uma das características que mais gosto na série: o mesmo personagem pode assumir papeis diferentes em histórias diferentes, sem perder sua própria identidade. Um exemplo é o próprio Rumple: na maioria das histórias, ele é tido como o vilão, mas no episódio 12, ele assume outra função dentro de outra história. Assim como Branca de Neve e Chapeuzinho Vermelho que, juntas, fazem uma breve referência á história “Branca de Neve e Vermelha de Rosa”.

Momento confissão: eu já estava planejando rever OUT há um tempinho, mas acelerei o processo por um motivo: Jamie Dornan. Na série, ele faz o papel do caçador incumbido de tirar o coração de Branca de Neve. Acontece que essa pessoa foi recentemente oficializada como Christian Grey nas telonas. (:3)
Por falar nele, Episódio 07: "The Heart Is a Lonely Hunter” – Graham é o Xerife da cidade. Após roubar um beijo de Emma, ele começa a se lembrar de sua vida como Caçador. No Reino Encantado, o Caçador é contratado pela Rainha Má para tirar a vida de Branca de Neve, mas seu coração puro o impede de matá-la. Infelizmente, nesse episódio acontece uma perda irreparável (perda que, por sinal, ainda não me recuperei). =(

Eu vou abrir um precedente para os personagens também. E essa série possui VÁRIOS que merecem cada comentário. Além do Rumple (acho que já deu para perceber que ele é o meu favorito), eu destaco o Henry, filho biológico de Emma e filho adotado de Regina (Rainha Má). Esse guri é muito irado! É um dos mais espertos da série e mesmo os “vilões” se surpreendem com o que ele é capaz de fazer. Foi graças a Henry que Emma foi parar em Storybrooke.

Episódio 12: “Skin Deep” – EU AMO A HISTÓRIA DE A BELA E A FERA!

Episódio 14: “Dreamy” – Dessa vez, o personagem alvo é Dreamy, um anão sonhador que se apaixona por uma fada. Em Storybrook, uma festival para arrecadar donativos para o convento da cidade reaproxima a amizade entre Mary Margaret e Leroy (um vigia muito zangado com tudo e com todos). Assim como o episódio 12, esse me fez ficar com os olhos brilhando do inicio ao fim. *-*

Episódio 17: "Hat Trick” – O alcance de Once Upon a Time se expande, englobando também as histórias de Alice, de Lewis Carroll. Enquanto Emma procura por Mary Margaret, ela acaba encontrando Jefferson, um homem estranhamente obcecado por chapeis.

Episódio 19: "The Return” – O centro das atenções dessa vez é Rumpelstiltskin e o estranho escritor que chegou a cidade. Talvez esse tenha sido um dos raros momentos da temporada que eu fiquei com pena do Rumple.

Apenas mais um comentário: poucas seasons finales foram tão ÉPICAS quanto essa.
Atualmente, a série está em sua terceira temporada e recentemente, ganhou um spin-off, Once Upon a Time in Wonderland (assunto para outro post).

Nenhum comentário

Postar um comentário

Então, o que achou da postagem?
Vamos, não se acanhe! Será muito prazeroso ouvi-lo! (Mas seja educado por favor. ^^)
Ah sim! Se você tiver um blog, deixe seu endereço para que eu possa retribuir a visita. ;)