31 de mar de 2014

Merrick - Anne Rice



Estou começando a achar que ler Anne Rice é um compromisso mensal firmado comigo mesma. Desde que começei as crônicas, ainda (acho) não se passou um mês sem que eu não tenha lido alguma coisa deles.

Para a minha surpresa, quem conta a história é o próprio David Talbot. Ele conta sobre seu encontro com a bruxa Merrick, da linhagem de Mayfair (essa é a primeira crônica em que elas aparecem. Mekare e Maharet foram as primeiras bruxas a aparecerem em A Rainha dos Condenados), sobre seu passado na Talamasca, sobre sua história com ela e sobre a tentativa de trazer Cláudia, a vampira menina, de volta a vida, atendendo a um pedido do atormentado Louis.

Algo que eu talvez não tenha citado sobre David Talbot, é que ele já passou uma temporada no Brasil. Não só morou como também viajou e caçou pela Amazônia, aprendeu os mistérios do candomblé, tornou-se profundamente dedicado ao orixá Oxalá. A propósito, desde Memnoch, a autora tem explorado alguns temas mais relacionados à religiosidade: Cristianismo, Vudu, Candomblé (ao menos são essas as que já foram abordadas até agora). Crenças tão imortais e poderosas quanto os protagonistas vampirescos. Eu tenho visto muitas pessoas reclamando sobre essa fase mais ligada à religião de Anne Rice. Mas eu estou me amarrando (até o momento pelo menos). rsrsr

Completamente voltada para a bruxa Merrick, a história é bem lenta. Não sei se é por causa da redução que o meu tempo de leitura sofreu, sou se realmente a história não anda. Talvez, essa lentidão seja pela ausência de Lestat na história (e para falar a verdade, acho que essa é uma causa bastante plausível), ele sempre deu um animo nas histórias com seu jeito impetuoso e desafiador de ser. Segundo o que David nos conta, Lestat ainda está se recuperando das feridas sofridas pelos acontecimentos narrados em Memnoch, mas nem David gosta muito de entrar nessa história.

A diferença que ele faz é tão grande, mas tão grande, que a parte final da narrativa se torna incrivelmente revigorante! É tipo: OMG! Ele voltou! Ele voltou! E já voltou tendo sua paciência testada, sendo desafiado pela Ordem antiguíssima da Talamasca e recuando a muito contra gosto e somente para atender à sua família vampiresca (que, graças a Louis, ganhou mais um membro).

E eu mal posso esperar para ler o próximo! *-*

Um comentário:

  1. Oi, Luiza-minha-flor! Menina, preciso visitar seu blog com mais frequência! Quanta coisa BOA por aqui!!!! Não esperava menos de você… Prometo me esforçar para aparecer mais vezes (rs). Sabe que nunca li nada da Anne Rice? Claro que conheço o Lestat, mas pelo cinema e não pelos livros. Eu adoraria conhecer este vampiro tão famoso!
    Ele parece tão bom como personagem que você sentiu falta dele neste livro (rs). Acho que é compreensível… Difícil superar a si mesmo ao criar um personagem que é quase um ícone! (haha)
    Eu ainda lerei algo da Anne… *3*
    Beijo carinhoso, flor!

    My Queen Side

    ResponderExcluir

Então, o que achou da postagem?
Vamos, não se acanhe! Será muito prazeroso ouvi-lo! (Mas seja educado por favor. ^^)
Ah sim! Se você tiver um blog, deixe seu endereço para que eu possa retribuir a visita. ;)