30 de jan de 2015

Ramsés: O Templo de Milhões de Anos - Christian Jacq


Apenas dez dos setenta dias de luto pela morte do Faraó Sethi se passaram. Durante esse período as atividades que engrandecem o Egito param, os homens não se barbeiam e as mulheres não se maquiam.

No tempo do Caos, Ramsés, o Regente do Egito e associado ao trono por seu pai, enfrenta o sentimento de luto e o avanço de seus inimigos, que torcem por sua falha diante do esmagador peso de ser um Faraó.

Mas a coroação o faz deixar para trás suas próprias dúvidas para lançar-se à responsabilidade de continuar o que Sethi iniciou e começar suas próprias obras no território egípcio.

Incentivado por sinais enviados pelos deuses, Ramsés inicia a construção de uma nova capital, e de seu templo de um milhão de anos, lugar que, ao abrigar seu ka (a energia divina que anima o Faraó) protege o soberano daqueles que atacam seu espírito.

Inimigos que se mostraram poderosos a ponto de colocarem em perigo a vida da grande esposa-real Nefertari, e de sua filha recém-nascida Meritamom.

Como se não bastasse, a paz do Egito está ameaçada. O povo hitita, de tradição belicosa, avança em território que outrora era neutro, ocupando terras cada vez mais próxima à terra abençoada pelo Nilo.

É bem difícil achar algum defeito nesse livro. E eu sou muito suspeita para falar, pois adoro toda a saga. A narração é bem fluida e a leitura é bem agradável, sem grandes riscos de ressaca forte. O toque de misticismo que cerca Ramsés é a cereja do bolo não só deste livro quanto da saga inteira.

Esse livro encerra a minha participação na Maratona Literária #EuTodeFérias por ser publicada no ultimo dia válido da Maratona. Não quis diminuir a frequência das postagens por imaginar que isso poderia prejudicar as postagens de fevereiro (terminei o décimo livro bem cansada e com uma ressaca, até o momento, controlável).

Nenhum comentário

Postar um comentário

Então, o que achou da postagem?
Vamos, não se acanhe! Será muito prazeroso ouvi-lo! (Mas seja educado por favor. ^^)
Ah sim! Se você tiver um blog, deixe seu endereço para que eu possa retribuir a visita. ;)