18 de fev de 2015

Harry Potter e a Câmara Secreta - J. K. Rowling


Estava mesmo tentando manter as imagens principais como sendo fotografias da edição que possuo na minha estante, mas dessa vez, não vai dar: o meu exemplar está realmente muito feio (não sabia cuidar dos meus livros quando era mais nova). Eu já pensei até em trocá-la... Mas cada vez que vejo que o tenho desde 2002 (sim, quase 13 anos) eu simplesmente não tenho coragem de me desfazer dele.

As primeiras férias de Harry após entrar em Hogwarts da pior maneira possível: com os tios trouxas na Rua dos Alfeneiros. A coisa toda desanda ainda mais quando um elfo doméstico chamado Dobby aparece em seu quarto avisando-o para não ir à Escola de Magia naquele ano.

Depois da tragédia que precede a visita de Dobby, quem vem ao vem ao resgate de Harry é Rony e os gêmeos Fred e Jorge Wealey... Em um carro voador. Carro que, por sinal, eles suam para chegar até a escola depois que a plataforma de acesso ao Expresso de Hogwarts misteriosamente não se abre para eles.

Um ano em Hogwarts não seria divertido se não acontecesse coisas estranhas e bastante perigosas. Harry começa a escutar vozes vindas de lugar nenhum, e alguns alunos da escola são misteriosamente petrificados. A trama desse segundo livro culmina em um novo encontro entre Harry e Voldemort... Mas vocês terão que ler o livro para saberem de mais detalhes. =x

Uma coisa que reparei ao reler, é que a narração deixou um pouco de lado toda aquela coisa mágica que é Hogwarts. Tipo, toda a magia inerente ao lugar existe, e sempre está lá, mas houve um amadurecimento na maneira como a história é contada. E essa é uma das coisas mais interessantes dessa saga, ela vai amadurecendo junto com o leitor.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Então, o que achou da postagem?
Vamos, não se acanhe! Será muito prazeroso ouvi-lo! (Mas seja educado por favor. ^^)
Ah sim! Se você tiver um blog, deixe seu endereço para que eu possa retribuir a visita. ;)