6 de fev de 2015

Proibida Para Mim - Elizabeth Bezerra


Eu queria um livro para ajudar na ressaca provocada pela Maratona #EuTodeFérias (esta postagem foi produzida no dia 28/01) e, por experiência própria, eróticos sempre ajudam. De fato, este livro me ajudou na questão da ressaca literária... Só que de um jeito MUITO diferente do que eu esperava.

Geralmente, eu consigo aceitar e até aguentar muita coisa em uma história: enredo parado, narrativa descritiva demais, até personagens mais ou menos... Mas uma das coisas que me tiram (muito) do sério, é revisão mal feita. E nesse livro, isso é gritante.
"Isso fazia com que eu sentisse-me péssimo."
...
"E essa consciência faz com que eu sinta-me um merda"
E isso por que eu parei de ler na página 52.

Um outro motivo que me levou a abandonar o livro (coisa dificílima de acontecer por sinal) foi que os personagens não me cativaram muito (na verdade, não me cativaram nada). Neil Duran é um louco, e não digo "louco com chances de ser fofo", mas louco mesmo, com direito a ficar na porta do prédio da garota que ele salvou de um assalto e colocar seguranças na porta do apartamento dela dia e noite.

Quanto a história, não posso falar muita coisa sobre ela (não consegui ler mais que 10% da história), porém... Sei lá, tive a impressão que as coisas eram forçadas demais... Tipo: Neil é um cara (muito) traumatizado (ao ponto de até a filhinha utilizar uma perna mecânica) e Jennifer é, nas palavras de Neil "inocente demais" (mesmo não tendo conseguido perceber nenhum indício dessa tal inocência, embora talvez seja por que ele a vê como uma pessoa frágil e desprotegida).

Antes de terminar esta resenha, quero apenas dizer não descartei a possibilidade de que esses pontos negativos sejam resolvidos ao longo da história, mas eu realmente não consegui continuar a ler para descobrir.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Então, o que achou da postagem?
Vamos, não se acanhe! Será muito prazeroso ouvi-lo! (Mas seja educado por favor. ^^)
Ah sim! Se você tiver um blog, deixe seu endereço para que eu possa retribuir a visita. ;)