27 de ago de 2015

Sonhos com Deuses e Monstros - Liani Taylor


Estava com um pouco de receio em ler este livro: não sabia se meu coração conseguiria sobreviver a ele. De fato, tive umas quinze quase arritmias cardíacas durante a primeira metade da história (outras quinze na segunda metade dela). 

A chegada dos Serafins à Terra causou comoção, medo e, como não podia deixar de ser diferente, ações de fanáticos. A cada hora que passa, a guerra tanto aqui quanto em Eretz se torna  mais iminente e mais potencialmente catastrófica.

E tudo dá errado. Quando não estamos vendo o caos no mundo dos anjos e das quimeras, estamos vendo o caos se anunciar no nosso. No meio disso, Karou e Akiva, junto com Zuzana (disparadamente minha personagem predileta) e Mik, tentam arduamente ir em direção a um mundo de paz para ambas as raças (e para ambos os mundos também)... Mas é como dar murro em ponta de faca: um plano de ação é feito, uma esperança é avistada, uma coisa é resolvida, e mil outras coisas saem dos eixos.

Há novos personagens na história, embora alguns aparecem poucas vezes ou mesmo no final. Um desses personagens novos é Elisa, uma cientista cheia de pesadelos sobre deuses monstros, e que vê seus medos se transformarem em algo muito, mas muito maior, mais grave e mais terrível do que ela supunha.

Sobre o final... Bem, não é exatamente o "felizes para sempre", o que, de certa forma, me surpreendeu. Apesar de a guerra entre quimeras e serafins ter sido abandonada, apesar das duas raças (na verdade, três raças, já que os amigos humanos de Karou também se envolveram nesta guerra) estarem vivendo em uma aliança bastante inédita para aquele mundo e apesar de Karou e Akiva estarem livres para finalmente se amarem, o clima da trilogia terminou com ares de "a luta ainda não terminou, apenas entramos em uma nova etapa dela."

E eu ADOREI isso. Alias, eu adorei a trilogia inteira.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Então, o que achou da postagem?
Vamos, não se acanhe! Será muito prazeroso ouvi-lo! (Mas seja educado por favor. ^^)
Ah sim! Se você tiver um blog, deixe seu endereço para que eu possa retribuir a visita. ;)