2 de out de 2015

Intenso Demais - S. C. Stephens


Aquele milagre que é eu ler um livro Poucos meses após tê-lo comprado (ele, e alguns outros, foram minha comemoração do Dia do Orgulho Nerd deste ano). Achei mesmo que iria demorar mais para pegá-lo, mas não resisti à essa capa. :3

Kiera Alen e o australiano Denny acabam de chagar em Seatle. Ele se mudou de Ohio para trabalhar como estagiário em uma grande empresa de publicidade americana. Ela, por sua vez, conseguiu se transferir de faculdade para acompanhá-lo (e para poder ter mais privacidade com seu namorado). Os dois vão morar na casa de um antigo amigo de Denny, Kellan Kyle, um sedutor vocalista de uma banda de rock.

Quando Denny precisa se ausentar da cidade por cousa de seu trabalho, Kiera cai em uma fossa de solidão, mágoa e carência, e Kellan, bem, como (acredito eu) qualquer roommate faria, tenta animá-la. Até aí, nada de mais... Só que as coisas mudam.

(Infelizmente, vai ser meio impossível fazer a resenha sem algum spoiler. Desde já, sinto muito).

Juro que fiquei um pouco incomodada: Kellan e Kiera se aproximaram, ok, beleza. Consumaram o fato, bem, eu até consegui engolir a primeira circunstância do fato (consegui meio mal conseguido. Vamos dizer que a sobrecarga de coisas envolvidas tornou tudo menos inaceitável), mas engolir Kiera "amando" um, ficando louca de tesão por outro e transando com os dois, aí não dá.

Talvez tenha sido por isso que eu demorei para ler este livro (foram mais ou menos oito dias, sendo que minha média é de três ou quatro). Certas partes da narração de Kiera me eram tão desagradáveis que teve ocasiões que não conseguir ler mais que duas páginas antes de ter que fazer uma pausa (e eu fiz várias e longas pausas). Ela dizia que Denny era um namorado perfeito, que o amava, que ele era isso, que ele era aquilo... E no minuto seguinte estava praticamente aos orgasmos com Kellan. Desculpem, mas esse tipo de coisa não desce. 

Fiquei mesmo um tanto decepcionada com o livro, mas tenho esperança de que "Complicado Demais", seja melhor.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Então, o que achou da postagem?
Vamos, não se acanhe! Será muito prazeroso ouvi-lo! (Mas seja educado por favor. ^^)
Ah sim! Se você tiver um blog, deixe seu endereço para que eu possa retribuir a visita. ;)