14 de jan de 2016

Espere a Primavera, Bandini - John Fante



Na última news do Grupo Editorial Record de 2015 decidi ceder a um impulso estranho e acabei pedindo dois livros de John Fante, um romantista, contista e roteirista estadounidense de ascendência italiana que até antão me era totalmente desconhecido.

Espere a primavera, Bandini é o primeiro dos quatro títulos de uma série que ficou conhecida como "O Quarteto Bandini", que conta a história do aspirante a escritor Arturo Bandini durante a década de 1930.

Arturo é uma criança americana, filho de pais imigrantes com pouquíssimos recursos. É inverno, época (ainda mais) difícil para a família Bandini, já que o pai não consegue emprego por causa do clima frio. As dívidas da família cada vez mais, mas tanto Arturo quanto seus irmãos mais novos não se preocupam muito com isso. Afinal de contas, são crianças, e crianças não se preocupam com dívidas. Alter ego de John, Arturo se mostra uma dono de uma personalidade observadora, complexa e um tanto complexada.

Despreocupado com a difícil situação financeira da família, Arturo divide seus dias entre a escola paroquial que frequenta e as peraltices da infância, até que seu pai, um pedreiro grosseiro e um tanto desagradável sai de casa para morar com uma viúva rica que contratou seus serviços de pedreiro.

Vendo a tristeza da mãe e a desorientação dos irmãos diante de uma situação que ele, como mais velho está ciente, Arturo age para diminuir o ambiente estranho que sua casa se tornou após a partida do pai., ao mesmo tempo em que lida com seus "problemas" de garoto.

A leitura de Espere a primavera, Bandini não é difícil, mas a achei um pouco arrastada e monótona (e fiquei bastante agradecida por este ser um livro fino). Apesar disso, ainda estou ainda estou animada para ler o livro de contos. Tenho para mim que narrativas desse tipo tendem a ser melhor aproveitada quando em textos menores.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Então, o que achou da postagem?
Vamos, não se acanhe! Será muito prazeroso ouvi-lo! (Mas seja educado por favor. ^^)
Ah sim! Se você tiver um blog, deixe seu endereço para que eu possa retribuir a visita. ;)