23 de fev de 2016

Deuses de Dois Mundos: O Livro da Morte - PJ. Pereira


Ler o último livro da série Deuses de Dois Mundos foi uma experiência um tanto curiosa: fiquei ansiosa por voltar a ler essa trilogia, surpresa com o capítulo inicial da história, apreensiva com a guerra no Orum e com o rumo que ela estava tomando, assustada (e com um certo medo) com as ações de Exu, e contente por ver que o equilíbrio foi restabelecido entre os Orixás.

Assim como nos dois primeiros livros da série, a história é dividida em dois mundos: o Orum, onde vivem os Orixás, e São Paulo, ainda acompanhando o jornalista New Fernandes. Uma das diferenças aqui é a linha cronológica que os dois mundos seguem: enquanto a parte do Orum é narrada seguindo a linha normal, isto é, do evento mais antigo para o mais recente, a cronologia de New é inversa, ou seja, primeiro conhecemos o fato, para apenas depois descobrirmos como ele foi desencadeado. (Parece meio confuso, mas basta lembrar de um blog. Primeiro vemos as postagens mais recentes, e aí seguimos para as mais antigas. Aliás, foi exatamente assim, utilizando um blog, que acompanhamos a perspectiva do nosso protagonista humano.)

A meu ver, foi neste livro que a riqueza da mitologia dos orixás foi melhor explorada. Agora como encantados, o grupo que ajudou o babalaô Orunmilá a resgatar os príncipes do destino, interagem com orixás mais antigos, como Nanã e Oxalá e mostram, de maneira mais direta, suas influências no nosso mundo, seus gostos e, de certa forma, suas motivações.

Deuses de Dois Mundos foi, sem dúvida, uma das mais ricas histórias que já tive a oportunidade de conhecer, e sinceramente, uma das melhores também. Valeu a pena ter esperado tanto tempo por ela. Conheci, mesmo de maneira superficial, uma cultura que há muito atiçava minha curiosidade e, de quebra, mergulhei em uma fantasia maravilhosa.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Então, o que achou da postagem?
Vamos, não se acanhe! Será muito prazeroso ouvi-lo! (Mas seja educado por favor. ^^)
Ah sim! Se você tiver um blog, deixe seu endereço para que eu possa retribuir a visita. ;)