26 de fev de 2016

Holy Cow - David Duchovny


Elsie é uma pacata vaca de fazenda que se contenta  em viver ruminando pasto a fora até que, ao sair com uma amiga para visitar alguns bois no pasto ao lado, tem sua atenção desviada or uma misteriosa caixa de falante capaz de deixar os humanos da casa hipnotizados.

A caixa, poderosa a ponto de gerar discórdia entre os humanos, mostra a Elsie o interior de uma fazenda industrial e toda a perspectiva que a fazenda oferece para seu futuro: o abatedouro.

Inconformada com seu destino, ela decide fugir da fazenda e ir para Índia, lugar em que as vacas são tratadas como deuses. Mas como chegar lá?
Se juntando a um porco judeu que sonha ir para Israel e com um peru metido a namorador sabido que quer ir para Turquia. Acho que deu para ter uma ideia que a coisa é fantasiosa demais até para uma fã de fantasia.

Eu até gostei de Elsie, ela é boa narradora (tipo, boa mesmo), e até concordo com algumas coisas que ela diz, mas não consegui engolir algumas partes da história (tipo um peru pilotando um jatinho roubado mundo a fora enquanto os humanos faziam que não viam. Qual é né? Uma vaca, um porco e um peru! Concordo que somos meio idiotas as vezes, mas também não precisa exagerar né Elsie?).

Holy Cow é um livro super gostosinho de se ler e super fácil também. David Duchnvy, o "cow-autor" (palavras de Elsie, não minhas) conseguiu passar direitinho (o que imagino ser) as divagações e as experiencias de uma vaca como a Elsie.

Ps.: Não deixei de reparar que precisei de alguns dias ruminando a história deste livro para conseguir produzir alguma coisa sobre ele. Curioso não?

Nenhum comentário

Postar um comentário

Então, o que achou da postagem?
Vamos, não se acanhe! Será muito prazeroso ouvi-lo! (Mas seja educado por favor. ^^)
Ah sim! Se você tiver um blog, deixe seu endereço para que eu possa retribuir a visita. ;)