22 de mai de 2016

Contos de Imaginação e Mistério - Edgar Allan Poe


Algumas edições nos marcam de tal maneira que conseguimos reconhecê-las pela ponta da capa. Havia comprado este livro meses antes de recebe-lo pela TAG. Aproveitei e dei a edição sobressalente de aniversário para uma amiga tão medrosa quanto eu. rsrs

Assim que comecei a ler Contos de Imaginação e mistério, encontrei algumas dificuldades com o tamanho e peso da edição. Como em toda publicação de luxo, o tamanho impossibilitou o transporte, mas o que mais me chamou atenção, negativamente falando, foi o invólucro da capa. O papel escorregava toda hora e por várias vezes fiquei com medo de rasgá-la, ao ponto que, antes mesmo do terceiro conto, a tirei e a coloquei na segurança na minha estante.

De resto, esse foi o único defeito que encontrei. (Bem, talvez não tenha gostado muito de ter que ir ao final do livro cada vez que precisava acessar as notas e as observações, mas  deu para sobreviver a isto).

Esta edição trás 23 contos do escritor americado Edgar Allan Poe, incluindo Os Assassinatos da Rue Morgue e O Mistério de Marie Roget, que inauguraram a narrativa policial, gênero que se caracteriza pela presença do crime, da investigação e da revelação do malfeito, cujo foco está no processo de elucidação do mistério, empreitada geralmente a cargo de um detetive, seja ele profissional ou amador. C. August Dupin, detetive amador criado por Poe, inspirou autores como Arthur Conan Doyle, Agatha Christie, e vários outros autores.

O que gostei nos contos de Poe é que nunca dá para ter certeza do que irá acontecer no final. Os desenvolvimentos e os encerramentos são surpreendentes e bizarros. No início, a surpresa foi meio desagradável, e eu tinha vontade de mudar de leitura a cada conto, mas depois, com o avançar da leitura, acabei de acostumando e ate achando alguma graça.

Demorei três meses quase exatos para terminar este livro, mas não me arrependo de tê-lo lido por inteiro.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Então, o que achou da postagem?
Vamos, não se acanhe! Será muito prazeroso ouvi-lo! (Mas seja educado por favor. ^^)
Ah sim! Se você tiver um blog, deixe seu endereço para que eu possa retribuir a visita. ;)