19 de nov de 2016

Nove Regras a Ignorar Antes de se Apaixonar - Sarah MacLean


O debut de Calpúrnia Hartwell não poderia ser mais desastroso: além de ter sido obrigada a usar um horroroso vestido cor de tangerina, ela, que deveria ser a bela do baile, não agradou a ninguém alem de chatos e velhos atraídos pelo status e fortuna de sua família. Humilhada, Callie buscou refugio no labirinto do jardim e, ali, foi encontrada pelo infame marquês de Ralston. A breve conversa entre os dois, foi inesperadamente agradável e até mesmo encorajadora, a ponto de fazer Calpúrnia sentir-se como uma imperatriz pronta para encarar uma guerra. A sensação, no entanto, durou somente até o momento em que ela percebeu que as palavras de Ralston foram vazias.

Dez anos se passaram desde então, e ela continua solteira e pior, sendo obrigada a escutar todos os insultos sobre sua solteirice enquanto suporta calada os intermináveis e desagradáveis eventos e demais preparativos do casamento da irmã mais nova com um duque.

Ao fugir para o gabinete de seu irmão, os dois, já meio alterados pela bebida, conversam e surge uma questão interessante: o que Calpúrnia faria se pudesse, simplesmente, ir lá e fazer? Meditando sobre o assunto, Calpúrnia redige nove itens:

1. Beijar alguém... Apaixonadamente.
2. Fumar charuto e beber uísque.
3. Montar com pernas abertas.
4. Esgrimir.
5. Assistir a um duelo.
6. Disparar uma pistola.
7. Jogar (em um clube de cavalheiros).
8. Dançar em todas as danças de um baile.
9. Ser considerada linda. Pelo menos uma vez.

Depois de vinte e oito anos fazendo tudo o que sua família e a sociedade ditavam como próprios de uma dama, Calpúrnia decide que, finalmente, pode fazer algo que realmente queira, afinal, todos esses anos seguindo sociais não a fizeram ser nada além de uma solteirona.

Agora... curioso como todos os itens acabaram envolvendo, de alguma forma, o marquês de Ralston. 

Tive alguns problemas para lidar com as constantes crise de autoconfiança da personagem (a bem da verdade, não ou muito diferente dela nesse ponto). Ainda assim, Nove Regras a Ignorar Antes de se Apaixonar foi uma leitura gostosa, envolvente e, por mais que eu me afastasse, não conseguia me manter longe da história por muito tempo.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Então, o que achou da postagem?
Vamos, não se acanhe! Será muito prazeroso ouvi-lo! (Mas seja educado por favor. ^^)
Ah sim! Se você tiver um blog, deixe seu endereço para que eu possa retribuir a visita. ;)