13 de fev de 2017

A Livraria Mágica de Paris - Nina George


O monsieur Jean Perdu é livreiro parisiense que ficou conhecido como farmacêutico literário. Em seu barco-livraria carinhosamente chamado de Farmácia Literária, ele receita livros que ajudam a amenizar e curar os males da alma.

Mas há um sofrimento que ele não consegue curar: o seu. Há vinte um anos, a mulher que ele amava o deixou de repente. Eles adormeceram juntos e, quando acordou, ela já não estava mais lá. De ***, só restara um quarto trancado, cuja a porta foi coberta por estantes e mais estantes de livros, vários anos de vazio, e uma carta, escrita por ela, que chegou à seu apartamento meses após seu sumiço, e que ele nunca teve coragem de ler,

Em um verão, uma vizinha nova chega ao seu andar e, motivado (quase pressionado) pela senhoria e pela zeladora do prédio, Perdu abre a caixa de Pandora e liberta lembranças que mudarão para sempre sua vida.

Inicialmente, tive alguns problemas para engrenas a leitura, e realmente não consegui entender o que estava acontecendo: o enredo começou lindo e a narrativa é muito boa, mas a cada cinco minutos eu me distraía. Cheguei inclusive a começar a história toda de novo (estava na página quarenta ou coisa assim) para ver se eu reabsorvia melhor a história. Mas aí a leitura engrenou.

E não, A Livraria Mágica de Paris não é um livro bonito. Ele é lindo na verdade. É a história de um homem que volta a viver depois de ter perdido o amor de sua vida. É a história de alguém que se acostumou a estar nos bastidores da vida dos outros e que volta, aos poucos, a ser o personagem principal de sua própria história.

E o melhor de tudo, é a história de um amante da literatura que busca a beleza que existe no livro que narra sua própria história. É a busca pela poesia em uma narrativa interrompida pelo melancolismo.

Nina George acertou em cada palavra e em cada vírgula usada. E espero mesmo me lembrar deste livro quando estiver escolhendo as melhores leituras de 2017, pois definitivamente ele estará na lista. 

Um comentário:

  1. Parece linda essa história, sem contar que a capa é maravilhosa. Amei sua resenha, só me deixou com mais vontade de ler :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir

Então, o que achou da postagem?
Vamos, não se acanhe! Será muito prazeroso ouvi-lo! (Mas seja educado por favor. ^^)
Ah sim! Se você tiver um blog, deixe seu endereço para que eu possa retribuir a visita. ;)