27 de jul de 2017

Dez Contos Escolhidos de Eça de Queirós


Como já devo ter comentado em uma ou outra resenha, quando fico de decidir se um autor está ou não dentro do meu gosto literário, sempre prezo pela leitura de uma segunda obra. Acho justo dar ao autor uma segunda chance, até porque o processo de escrita é mutável e altamente influenciável.

No caso de Eça de Queirós (1845 - 1900), li O Primo Basílio (1878) em agosto do ano passado, e a minha segunda leitura seria Os Maias (obra de 1888 que é considerada sua obra máxima), mas não pensei duas vezes em pedir esse livro de contos que a editora José Olympio disponibilizou aos parceiros. (José Olympio maravilhosa! <3)

Organizado pelo escritor e professor da Escola de Comunicação da UFRJ, essa edição (lindíssima por sinal) trás 9 contos publicados 1874 e 1898 além de um publicado após a morte do autor.

Entre contos já consagrados e outros menos conhecidos pelo público brasileiro, esta antologia condensa muito bem as características que fizeram Eça de Queiros ser considerado o grande nome do romance português moderno: a ironia sutil, o uso preciso das palavras e a narrativa que se desenvolve como um ser humano contado aos olhos do outro.

Tive alguma dificuldade no decorrer dos contos: por algum motivo, algumas coisas pareciam não se encaixar com o que eu me lembrava da narrativa de O Primo Basílio, como se estivesse lendo algo de outro autor muito diferente. Esses momentos foram maçantes, e me fez querer desistir da leitura algumas vezes, mas então havia algum reconhecimento e aí a leitura seguia.

De um modo geral, e apesar das coisas estranhas que me deram um nó na cabeça, o saldo desse livro é positivo. Eça de Queiros pode não ter conquistado um lugar alto no meu pódio, mas colocou-se entre os que me manterei lendo sempre que a oportunidade surgir.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Então, o que achou da postagem?
Vamos, não se acanhe! Será muito prazeroso ouvi-lo! (Mas seja educado por favor. ^^)
Ah sim! Se você tiver um blog, deixe seu endereço para que eu possa retribuir a visita. ;)